Biossegurança

 

  1. O que é Biossegurança?

Um conjunto de comportamentos, conhecimentos e hábitos, (..) para que as atividades possam ser realizadas de forma segura e sem risco à vida”.               (SHMIDLIN, 2005)

 

É uma área multidisciplinar do conhecimento direcionada para ações de prevenção, minimização ou eliminação de riscos inerentes às atividades de pesquisa, produção, ensino, desenvolvimento tecnológico e prestação de serviços, as quais possam comprometer a saúde do Homem, dos animais, das plantas e do ambiente ou a qualidade dos trabalhos desenvolvidos.

Portanto, Biossegurança é uma questão de Bom Senso, Conhecimento, Ética e Atitude.

 

  1. Biossegurança no Lacen/AL

O Setor de Biossegurança do Laboratório Central de Saúde Pública de Alagoas – Lacen/AL, atualmente constituído por três Servidores, busca consolidar a cultura da Biossegurança entre os seus profissionais, para alcançar um ambiente de trabalho mais seguro, com ênfase nos riscos ambientais, no autocuidado, nas Boas Práticas Laboratoriais e o seu impacto na qualidade dos resultados.

A Responsável Técnica do Setor, Celi S. do Nascimento, juntamente com quatro técnicos, foi capacitada no Curso Regional de Multiplicadores de Biossegurança realizado pela FUNASA, CGLab, Ministério da Saúde e Fiocruz.

 

  1. Atividades educativas do Setor de Biossegurança no Lacen/AL

Além de diversas atividades relacionadas à gestão da Biossegurança no Lacen/AL, o Setor realiza diversas capacitações, pois assumir um comportamento biosseguro implica reforços constantes, até que o comportamento seja internalizado e materializado em ações.

A Responsável Técnica do Setor, Celi S. do Nascimento, juntamente com quatro técnicos, foi capacitada no Curso Regional de Multiplicadores de Biossegurança realizado pela FUNASA, CGLab, Ministério da Saúde e Fiocruz.

 

  • Os Multiplicadores reproduziram o Curso de Biossegurança Laboratorial para os profissionais que atuam no Lacen/AL, incluindo os funcionários da Empresa terceirizada responsável pela higienização do Laboratório. Após, surgiram convites para a realização de Cursos de Biossegurança em outras Unidades de Saúde do Estado: Laboratórios Municipais, Maternidade Santa Mônica; SAMU; Vigilância Sanitária, além de palestras em Cursos de Enfermagem e Medicina na Universidade Federal de Alagoas/UFAL; Curso de Enfermagem da UNIT; Mini Pronto Socorro; Curso de Cipeiros (organizado pela Saúde do Trabalhador da SESAU); CEREST municipal; SAMU; Cursos de Atualização para a Enfermagem e Maqueiros do HGE; Laboratórios Municipais (Murici, Arapiraca, Piranhas; Rio Largo); LACEL (Arapiraca); Secretaria Municipal de Saúde de Maceió; universitários e alunos do PRONATEC. Até para membros da Igreja Batista de Piabas já foi organizada uma palestra sobre Biossegurança. O Setor de Biossegurança participa ainda, de supervisões em Laboratórios e, eventualmente, recebe técnicos em treinamento ou visita técnica ao Lacen/AL.
  • O Setor de Biossegurança tem participado de diversas ações educativas para os Profissionais Tatuadores e Body Piercers de Alagoas, notadamente de Maceió. Estas ações são solicitadas pelos profissionais, por sua Associação e até pela Secretaria Municipal de Saúde de Maceió. Os eventos incluem palestras, imunização (hepatite B e tétano), orientação sobre o gerenciamento correto dos resíduos gerados nos estúdios, equipamentos de proteção individual e coletiva adequados e outros assuntos pertinentes.
  • O Setor de Biossegurança também colaborou, em 2014, com o Grupo de Trabalho coordenado pelo CIEVS estadual para o enfrentamento do Ebola, participando das videoconferências com o Ministério da Saúde; da elaboração do Plano de Contingência Estadual; seleção de Equipamentos de Proteção Individual e da capacitação de profissionais da Saúde de diversos segmentos, da INFRAERO e de Companhias de Aviação em atividade no Aeroporto de Maceió.

 

  1. Interfaces do Setor de Biossegurança
  • Os Setores de Biossegurança e Saúde do Trabalhador do Lacen/AL trabalham de forma integrada e desenvolvem algumas ações conjuntas.
  • O Setor de Biossegurança também participou do processo de formação e colaborou nas atividades da I Comissão Interna de Prevenção de Acidentes – CIPA do Lacen/AL, em 2015.